Resmed
O que é ventilação mecânica?

A ventilação mecânica é um tratamento que ajuda as pessoas a respirar quando elas não são capazes de respirar efetivamente por conta própria, seja devido a doença ou a lesão.

O que é ventilação mecânica?

A ventilação mecânica é um tratamento que ajuda as pessoas a respirar quando elas não são capazes de respirar efetivamente por conta própria, seja devido a doença ou a lesão.

Por que a ventilação mecânica é necessária?
A função de seus pulmões é aspirar e distribuir o oxigênio que suas células precisam para sobreviver, e exalar o dióxido de carbono que seu corpo precisa eliminar.
Quando o ato de respirar é difícil ou não é eficaz para realizar essas funções como deveria, a ventilação mecânica pode ser prescrita.
A diferença entre ventilação invasiva e ventilação não invasiva (VNI)
Terapia de ventilação não invasiva

O ar é pressurizado em uma máquina e empurrado para os pulmões através de uma máscara ou bocal.

Ela é chamada de “não invasiva” porque não requer cirurgia ou que qualquer parte da máquina seja inserida nas vias aéreas.

Terapia de ventilação invasiva
Requer a inserção de um tubo na traqueia para entregar o ar pressurizado aos pulmões. Exemplos de ventilação invasiva incluem:

Intubação: quando um tubo é inserido em sua garganta para fornecer ar
Traqueostomia: quando uma incisão é feita na garganta através do pescoço para fornecer ar
Como a VNI funciona?

Os dispositivos de ventilação não invasiva ajudam sua respiração e o suprimento de oxigênio ao fornecer um nível predeterminado de ar pressurizado quando você inspira (inspiração) e menos pressão, ou nenhuma pressão, quando você expira (expiração). Isso ajuda o oxigênio a entrar em seus pulmões e ajuda o dióxido de carbono a sair.

Quais são os benefícios da VNI?
Os benefícios da VNI dependem da condição para a qual ela é prescrita e como ela funciona junto com outros tratamentos ou medicamentos que tenham sido prescritos para você. Para muitas pessoas, a ventilação não invasiva pode:

Melhorar a qualidade de vida

Ao facilitar o trabalho respiratório, a VNI pode melhorar sua qualidade de vida. Estudos demonstraram que a VNI pode aumentar a duração do sono e melhorar as trocas gasosas no sangue, além de diminuir a fadiga diurna e a falta de ar.   

Reduzir a admissão hospitalar

Pessoas com problemas respiratórios, como a DPOC, podem ser hospitalizadas para estabilizar a respiração. Um estudo recente descobriu que pessoas com DPOC que foram hospitalizadas por insuficiência respiratória e usaram a VNI em casa após a internação foram capazes de reduzir o risco de serem readmitidas no hospital em 180 dias 

Melhorar a taxa de sobrevida

Outro estudo mostrou que a terapia com VNI reduz o risco de morte em pacientes com DPOC em um ano em 76%. 

Tecnologia de ventilação da ResMed
Produtos de destaque
Card image cap
AirCurve 10 ST-A

Este dispositivo de dois níveis fornece ventilação não invasiva durante o sono.

Card image cap
Astral

Ventilação não invasiva leve e portátil para suporte à vida.

Card image cap
Stellar

Uma opção de ventilação portátil para uso invasivo e não invasivo.

Citações
1

“Ventilator/ventilator support”. National Heart, Lung and Blood Institute, acessado em 10 de maio de 2019, https://www.nhlbi.nih.gov/health- topics/ventilatorventilator-support.)

2

Tsolaki et al, “One-year non-invasive ventilation in chronic hypercapnic COPD: Effect on quality of life,” Respiratory Medicine (2008) 102, 904–911.

3

Hill NS, “Noninvasive ventilation for chronic obstructive pulmonary disease,” Respiratory Care, January 2004, 49 (1) 72-89.

4

Duiverman et al, “Nocturnal non-invasive ventilation in addition to rehabilitation in hypercapnic patients with COPD,” Thorax (2008);93:1052–1057. doi:10.1136/thx.2008.099044.

5

Galli JA, et al, “Home non-invasive ventilation use following acute hypercapnic respiratory failure in COPD,” Respiratory Medicine (2014): http://dx.doi.org/10.1016/j.rmed.2014.03.006.

6

Köhnlein T et al, “Non-invasive positive pressure ventilation for the treatment of severe stable chronic obstructive pulmonary disease: A prospective, multicentre, randomised, controlled clinical trial,” Lancet Respir Med (2014):698–705.